Sem categoria

Cinta afina cintura após a gravidez? Será?

Cinta afina cintura após a gravidez?

Se você está passando por uma gestação ou sonha com esse momento, já deve ter se perguntado se a cinta afina cintura após a gravidez. Dadas as inúmeras mudanças que ocorrem no corpo, essa é uma dúvida corriqueira.

Por um lado, é quase uma unanimidade entre as mulheres que o parto é um acontecimento realmente mágico e transformador. Por outro, surgem diversas incertezas, tanto no papel de mãe, quanto no papel de mulher.

Ainda que o bebê seja a prioridade, muitas mamães – principalmente de primeira viagem – têm dificuldade em lidar com determinados assuntos. E certamente um deles é a recuperação da aparência física de antes.

Entretanto, na pressa de resgatar as antigas curvas, boa parte das mulheres não se informa corretamente sobre o uso das cintas pós-parto. Será que o uso da cinta de fato afina a cintura após dar à luz? Qual é a finalidade da peça afinal?

Se essas são as perguntinhas que andam pairando sobre a sua cabeça, não deixe de conferir esse post até o final!

Cinta afina cintura depois do parto? Verdade ou mentira?

Se a maternidade é um universo completamente novo para você, é bem capaz que tenha começado a pesquisar uma coisinha aqui e outra ali em livros e em sites na internet assim que soube. Acertamos?

Mesmo para quem já tem expertise no assunto, as interrogações acabam surgindo entre uma gestação e outra. Desde novas alternativas para aquilo que não deu certo até as novidades que vivem pipocando no mercado.

Isso vale também para as cintas, que marcam presença nesse ciclo da vida há gerações. Apesar de não serem de uso obrigatório, a maioria das mulheres não abre mão. Descubra tudo o que você precisa saber sobre elas a seguir.

Quais são as funções da cinta no pós-parto?

  • Garantir que os órgãos femininos se reorganizem corretamente após o parto;
  • Auxiliar na diminuição do inchaço;
  • Evitar a formação de seroma (acúmulo de líquido na região);
  • Oferecer mais segurança aos movimentos;
  • Ajudar na cicatrização e impedir a abertura dos pontos, em casos de cesariana;
  • Harmonizar os contornos do corpo.

A cinta reduz a circunferência abdominal após a gravidez?

É importante não confundir a cinta modeladora com a cinta pós-parto. Além das diferenças na modelagem, elas também têm propostas completamente diferentes. Nenhuma das duas, no entanto, eliminam os quilinhos extras.

Como falamos acima, a cinta pós-parto deixa sim a silhueta mais harmoniosa durante a recuperação. Isso não significa que ela atue na eliminação das gordurinhas e do peso adquirido durante a gestação.

É imprescindível que o seu médico autorize e acompanhe de perto tudo o que você fizer nessa fase. Alguns fatores são bastante conhecidos por contribuírem com a perda de peso após o parto, como por exemplo:

  • Amamentação

Estudos apontam que as mulheres que amamentam por pelo menos 6 meses voltam mais facilmente ao peso de antes de gravidez. Isso se deve aos hormônios da lactação e também à queima de calorias – cerca de 500 por amamentada.

  • Hidratação

As novas mamães precisam ficar atentas ao consumo de água. Além da relação direta que o líquido tem com a produção de leite, ele é responsável por acelerar o metabolismo e, consequentemente, promover o emagrecimento através da queima de calorias.

  • Alimentação equilibrada

Fazer boas escolhas na hora de se alimentar é fundamental para quem quer se ver livre do sobrepeso. Após o parto, ter uma alimentação balanceada é ainda mais importante, pois está diretamente ligada ao leite. Esse alimento precisa ser nutritivo, rico em vitaminas e minerais para o bebê.

  • Exercícios físicos

Movimentar o corpo é essencial a qualquer ser humano, mas vá com calma, principalmente após o parto. A pressa é inimiga da perfeição e você pode acabar sofrendo uma lesão se exagerar nas atividades. Comece com uma caminhada, por exemplo, que pode inclusive ser feita com o bebê. Você vai se sentir muito mais disposta!

  • Sono regular

Com um bebê recém-nascido em casa, as noites de sono sem interrupções parecem apenas um sonho distante, não é? Acontece que as pessoas que não dormem direito tendem a fazer más escolhas alimentares, priorizando o consumo de comidas gordurosas e ricas em açúcar. Sempre que o bebê pegar no sono, tente repor as suas energias também.

  • Tratamentos estéticos

Alguns tratamentos estéticos, como a drenagem linfática, prometem melhorar a retenção de líquidos e diminuir o inchaço. Dessa forma, eles provocam uma redução significativa de medidas. No caso de procedimentos mais invasivos, a liberação do médico é imprescindível, viu?

Lembre-se que o acompanhamento de profissionais deve ser levado a sério. Nada de arriscar dietas mirabolantes, praticar exercícios físicos sem orientação ou se submeter a tratamentos estéticos sem a autorização médica.

Como escolher uma cinta pós-parto?

Existem diversos modelos de cinta pós-parto no mercado, por isso a nossa dica é experimentar quantos modelos puder! Somente assim você saberá qual deles se adapta melhor ao seu corpo e às suas necessidades no dia a dia.

Na hora de comprar, tenha em mente que você precisará de conforto e praticidade. Sendo assim, as peças com aberturas estratégicas, partes removíveis e velcros são as mais indicadas para essa fase logo após a gravidez, sem dúvidas. Conheça os modelos mais procurados de cinta pós-parto:

  • Cinta de cintura baixa sem pernas
  • Cinta de cintura alta com pernas
  • Cinta de cintura alta sem pernas
  • Cinta com busto próprio para amamentação (com ou sem pernas)
  • Cinta com velcro no abdômen

Seja qual for o modelo escolhido, ele não deve ser desconfortável. Ou seja, caso você experimente uma peça que aperte ou sufoque demais a região abdominal, é melhor deixá-la na loja. Caso contrário, é bem provável que você use a cinta por um tempo, mas acabe deixando-a de lado por conta do incômodo.

Mas afinal de contas, a cinta afina ou não afina cintura? É o que você quer saber, certo? A resposta é não. Ela pode até esculpir a silhueta temporariamente, mas não de forma definitiva. Por isso, não deixe de conversar com o seu médico sobre como perder peso após a gravidez. Só a cinta não resolve! Já decidiu qual vai ser a sua?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *